Aviso

You must be over 18 to access this website.

Internacional

21 Set 2021

Tailândia declara quatro variedades de canábis como património nacional

por Laura Ramos

O Vice-Primeiro Ministro e o Ministro da Saúde Pública da Tailândia anunciaram que o governo vai oficialmente registar quatro variedades de canábis como Património Nacional. A decisão foi tomada com o intuito de promover a investigação e o desenvolvimento da indústria nacional baseada na planta da canábis e nas suas utilizações medicinais e industriais.

Anutin Charnvirakul, ministro da Saúde, disse ao Bangkok Post que este reconhecimento “vai gerar benefícios económicos para o país, além de aumentar o potencial dos agricultores para competir no mercado global, o que ajudará a reduzir o déficit comercial com outros países”.

Apesar de constar na história como um dos países mais proibicionistas e com as penas mais pesadas para os consumidores de canábis, a Tailândia legalizou a canábis medicinal em 2018 e, antevendo o seu potencial terapêutico e económico, reverteu totalmente a sua posição. Desde 2020, a maior parte da planta foi removida da lista de narcóticos controlados e os produtores locais foram incentivados a cultivar cânhamo e canábis. O auto-cultivo até ao limite de seis plantas também foi autorizado.

O reconhecimento do Património Nacional anunciado pelo Governo vai aplicar-se a quatro variedades com diferentes concentrações de CBD e THC, algumas delas psicoactivas, tendo recebido os identificadores ST1, TT1, UUA1 e RD1.



Onde Comprar

Online

Pelo País fora...

Subscreve

Notícias e eventos da CannaDouro Magazine.